O conceito tradicional que caracteriza as diferenças entre as especialidades de neurologia e psiquiatria é o de que a neurologia visa o tratamento de doenças orgânicas do sistema nervoso, sobretudo do cérebro, enquanto que a psiquiatria ocupa-se das doenças da mente. Apesar do treinamento distinto das duas especialidades, esta dicotomia é artificial e não é verídica. São apenas formas diferentes de se olhar um mesmo sistema. Doenças psiquiátricas têm base orgânica e algumas doenças neurológicas podem apresentar-se como manifestações psiquiátricas, ou mesmo causarem repercussões psiquiátricas.

O Centro de Neuropsiquiatria surgiu através da ideia de criar um centro integrado de atendimento de doenças psiquiátricas e neurológicas. Os três médicos que compõem o centro têm formação em psiquiatria e neurologia pelo Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. Bruno Mendonça atua na área de psiquiatria, psiquiatria infantil e psicoterapia. Geilson Santana é psiquiatra e psicoterapeuta. Virna Teixeira é neurologista, com mestrado em distúrbios do sono e especialização em dependência química. Estas formações complementares facilitam a interação entre estes profissionais e favorecem um melhor cuidado e atendimento ao paciente.